Carga Horária
1.200h + 400h Estágio Curricular (opcional)
Portaria
SSE N° 5294 de 10/10/2014
Investimento
Matrícula + 16 x R$ 150,00

O Curso

Objetivo

Habilitar o Técnico em Segurança do Trabalho para atuar nos níveis pertinentes de atenção à saúde, com ênfase na promoção da saúde ocupacional, prevenção de acidentes, combate a incêndios e procedimentos de emergência, buscando a inclusão social, sem discriminação e garantindo os princípios de cidadania baseando suas ações em princípios éticos e legais.  

Pré-requisito

Para ingressar no Curso Técnico de Segurança do Trabalho o candidato deverá estar cursando o ensino médio ou já tê-lo concluído. No caso de ainda não haver concluído, só terá direito ao Diploma após concluir o ensino médio, com apresentação de documentação comprobatória, ou ainda:

  • ser portador de diploma de cursos técnicos autorizados/reconhecidos pelo sistema nacional de regulação do ensino  
  • ser portador de diploma de cursos de graduação autorizados ou reconhecidos pelo Ministério da Educação;  
  • ser aluno transferido de outra instituição de ensino técnico credenciada pelo sistema nacional de regulação do ensino.  

Competências a serem geradas:

  • Compreender a história da área de Saúde e Segurança do Trabalho no Brasil e no mundo, visando à compreensão de sua importância para as empresas e do papel de seus profissionais;

  • Prestar assessoria técnica no contexto da gestão de segurança do trabalho;

  • Analisar métodos e processos de trabalho e identificar os fatores de risco, propondo sua eliminação ou controle;

  • Executar e fazer cumprir procedimentos de segurança e higiene do trabalho e avaliar os resultados;

  • Desenvolver ações educativas, para evitar acidentes e doença do trabalho;

  • Indicar, solicitar e inspecionar equipamentos de proteção coletiva e individual dos trabalhadores;

  • Levantar dados estatísticos de acidente e doenças para ajustes nas ações preventivas;

  • Operar instrumentos de avaliação ambiental;

  • Utilizar recursos e ferramentas de informática aplicando-os às atividades inerentes à área de saúde e segurança do trabalho;
  • Identificar atividades insalubres, perigosas e penosas, alertando o empregador e os trabalhadores sobre os riscos e propondo-lhes medidas preventivas ou neutralizadoras;

  • Acompanhar auditorias e inspeções diversas dos órgãos fiscalizadores competentes;
  • Conhecer e identificar os elementos de um plano de emergência;

  • Elaborar processo de sinalização para identificação da proteção ativa;

  • Elaborar simulações e vivências práticas de combate a incêndio;

  • Desenvolver avaliação ergonômica nos ambientes de trabalho;

  • Assessorar organização da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes;

  • Estabelecer critérios para escolha dos equipamentos de proteção individual, os de higiene ocupacional e os de combate a incêndios;
  • Emitir e encaminhar documentos de SST da empresa para a os órgãos fiscalizadores, previdenciários, reguladores e de classe, conforme legislação em vigor no país;

  • Participar do controle de resíduos industriais e sua destinação responsável;

  • Registrar, investigar e propor medidas corretivas e preventivas das ocorrências de acidentes com ou sem vítima;

  • Manter controle e guarda de documentos inerentes à segurança e saúde do trabalho da empresa, conforme recomendações técnicas legais previstas nas NR's


    Que empresas contratam este profissional:
    Antigamente apenas as indústrias de grande porte eram obrigadas a contratar técnicos em segurança do trabalho. Com a nova legislação, as empresas, classificados em graus de risco e até mesmo pequenos estabelecimentos, dependendo da natureza de suas atividades, são obrigadas a manter um ou mais técnicos em saúde e segurança do trabalho. A Norma Regulamentadora NR-4 estabelece claramente uma relação entre grau de risco, número de trabalhadores e número de técnicos em SST necessários.

    Currículo do Curso:

  • Gostou desse curso?

    Então você também poderá gosta desses: